INFORMATION EVERYWHERE

 

 

A preocupação pelo controle informacional tem sido uma das características do ser humano desde tempos imemoriais. A própria invenção da escrita reflete esta tentativa de captura de discursos, ideias, conhecimentos e saberes proferidos oralmente para a resolução de problemas na agricultura, astronomia, caça, pesca e demais atividades. Assim, há muito tempo busca-se explicitar o que é tácito, na tentativa de registrar o conhecimento para reutilização futura, fossem civilizações antigas ou mesmo as grandes corporações do mundo moderno.

 

A explicitação do conhecimento pressupõe a transmissão de informações entre indivíduos ou grupos sociais. Esta transmissão se dá por relações diretas e pessoais, e também através de artefatos – documentos – no qual as informações são registradas para recuperação posterior. O registro do conhecimento tem beneficiado

uma grande parcela da humanidade, porém o acúmulo crescente de informações físicas e digitais tem requerido técnicas de gerenciamento cada vez mais complexas.

 

Sendo uma característica da chamada sociedade da informação, o uso intensivo da informação e de suas tecnologias já possui um efeito irreversível sobre o modus operandi das práticas sociais, culturais, empresariais, governamentais e científicas da atualidade. A informação tornou-se tão imprescindível quanto o ar. Ela está em toda parte, sob muitas formas e é acessível de qualquer lugar e de muitas maneiras. Praticamente todos os setores sociais operam com o apoio de documentos, aparatos e plataformas de informação para seu funcionamento. Este novo tipo de sociedade é pautado pelo consumo de dados e informações em abundância, visando a criação ou melhoria de serviços, bens, atendimentos de demandas e exercícios diversos.

 

A gestão da informação é a arte e a ciência de gerenciar o ciclo da informação, modelando seus fluxos e processos, desenhando sua arquitetura, considerando a cultura coletiva e aplicando as tecnologias compatíveis com as necessidades de cada organização. Quando bem desenhada, a gestão e a arquitetura da informação é um ativo estratégico de grande valor, possibilitando uma dinâmica altamente competitiva nas organizações. Redução de custos, maior produtividade e racionalização de processos são somente os efeitos: a mudança na mentalidade, nos hábitos e no uso em relação à informação, em todas as suas formas - tecnologias, documentos e processos - são um dos ativos mais valiosos do mundo moderno, onde a habilidade em seu manejo é o que caracteriza as organizações de sucesso. 

 

Gerencie sua informação e veja a diferença!